Alcoolismo, reconhecimento de expressões faciais de emoção e qualidade das relações interpessoais: os déficits se mantêm com abstinência de longo prazo?

Resumo: Alcoolistas tem apresentado prejuízo no Reconhecimento de Expressões Faciais de Emoção (REFE). Entretanto, os métodos utilizados são distintos e os resultados encontrados são discrepantes. Esse prejuízo no REFE pode ser uma das causas dos conflitos observados nas relações interpessoais de alcoolistas ou decorrer desses conflitos. O presente estudo tem por objetivo consolidar a relação percebida entre o uso abusivo de álcool, o REFE e a qualidade das relações interpessoais, controlando para comorbidades de depressão, ansiedade e transtornos psicóticos em participantes homens divididos em três grupos: abstinentes a longo prazo, a curto prazo e grupo controle.

Data de início: 2018-11-11
Prazo (meses): 48

Participantes:

Papelordem decrescente Nome
Aluno Mestrado Vinícius Betzel Koehler
Coordenador Rosana Suemi Tokumaru
Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910