CARREIRA, TRABALHO E FAMÍLIA: ESTUDOS A PARTIR DE VARIÁVEIS INDIVIDUAIS E PSICOSSOCIAIS

Resumo: Nos últimos anos tem-se verificado um marcado crescimento dos níveis de desemprego em diferentes países. No Brasil, segundo informações do IBGE, essa situação tem se intensificado a partir do ano de 2015, sinalizando um contexto macroecônomico negativo que tem consequências inclusive sobre dimensões da vida privada dos profissionais, como é o caso do domínio familiar. No cenário descrito, emergem contradições e demandas advindas tanto do trabalho quanto da família, as quais podem sinalizar contextos mutuamente incompatíveis. Como consequência, as interações entre os domínios do trabalho e da família tornam-se uma questão ainda mais presente tanto para os indivíduos (uma vez que tem impacto sobre dimensões de sua vida pessoal como a família e o lazer), quanto para as organizações (que precisam lidar com aspectos relacionados ao comprometimento organizacional, ao desempenho individual e às intenções dos profissionais de deixar o emprego, por exemplo). Dados os impactos do conflito entre família e trabalho para profissionais e organizações, torna-se fundamental a compreensão científica desse fenômeno essencial para promoção do equilíbrio dos aspectos de trabalho e não-trabalho. Com este propósito, a proposta de pesquisa apresentada neste projeto tem por objetivos: desenvolver nova metodologias para avaliação dos construtos associados, compreender a relação entre variáveis relacionadas ao planejamento de carreira, sucesso na carreira, e conflito trabalho-família, a partir da perspectiva individual, bem como de diferentes variáveis psicossociais e organizacionais, como estresse no trabalho, gênero, turnover, desemprego, e comprometimento organizacional. Para condução desta pesquisa é proposto um estudo multimétodo, que empregará delineamento do tipo survey e entrevista com amostra de profissionais em diferentes estágios do ciclo profissional (universitários a profissionais estabelecidos), além de um estudo de delineamento quase experimental (tarefa computacional). Espera-se alcançar, por meio dos resultados deste estudo um entendimento teórico das variáveis relacionadas ao conflito entre carreira e família, tanto sob uma perspectiva teórica individual, como também sobre as diferentes orientações dos construtos psicossociais e organizacionais avaliados.

Data de início: 2017-03-01
Prazo (meses): 60

Participantes:

Papelordem decrescente Nome
Coordenador Alexsandro Luiz de Andrade
Pesquisador Fabíola Rodrigues Matos
Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910