A PARENTALIDADE PATERNA NO CONTEXTO DE SEPARAÇÃO CONJUGAL: QUANDO OS FILHOS RESIDEM COM O GENITOR

Resumo: O objetivo dessa pesquisa é descrever a parentalidade no contexto de separação em que os filhos residem com o genitor, sob o ponto de vista do pai e dos filhos. De maneira mais específica, conhecer como esses pais vêm exercendo a parentalidade e como os filhos percebem e se relacionam com esse pai. Participarão deste estudo dez famílias. Os participantes serão escolhidos dentre famílias que possuem um processo judicial relacionado à guarda dos filhos nas Varas de Família da Comarca de Vila Velha. Será estabelecido como critério de inclusão que pelo menos um dos filhos, com idade entre 09 e 12 anos, esteja sob a guarda de fato do pai, mesmo nos casos em que tal situação ainda não se encontre regulamentada judicialmente. Os dados serão coletados com os pais e os filhos por meio de entrevista semi-estruturada organizada considerando-se os seguintes temas: caracterização sócio-demográfica, características do exercício da parentalidade antes e após a separação, rotina e relação pai/filho(s), relação pai/mãe, participação de outros familiares nos cuidados com o(s) filho(s) e outros contextos. Os dados serão analisados com o método de análise do conteúdo e com base na Teoria Bioecológica do Desenvolvimento.

Data de início: 2017-03-01
Prazo (meses): 18

Participantes:

Papelordem decrescente Nome
Aluno Mestrado Carolina Corrêa Vilaça Miceli
Coordenador Célia Regina Rangel Nascimento
Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910