Saúde Mental Infanto-Juvenil: produção teórica da área e constituição de um serviço.

Resumo: O campo da Saúde Mental Infanto Juvenil (SMIJ) é recente no Brasil. Possui peculiaridades pautadas pelo modelo de assistência elaborado à partir das discussões implementadas pelo Movimento da Reforma Psiquiátrica brasileira que busca superar todo tipo de prática institucionalizante. A complexidade de fenômenos que incidem sobre a saúde mental tem como um dos principais elementos a conjugação de diferentes fatores, que se configura como um desafio para as políticas públicas e também para o meio acadêmico que cumpre o difícil papel de construir conhecimento sobre serviços que ainda estão se constituindo. O desafio é pesquisar algo em movimento. Temos como objetivo geral: implementar pesquisa no âmbito da SMIJ. Como objetivos específicos: 1. Realizar levantamento das temáticas discutidas e apresentadas no I Congresso Brasileiro de CAPSi; 2. Caracterizar as atividades de profissionais do Centro de Atenção Psicossocial infanto-juvenil da cidade de Vitória/ ES que atendem às crianças e aos adolescentes usuários de substâncias psicoativas. 3. Caracterizar as crianças e adolescentes que fazem uso de substância psicoativa atendidas no CAPSi. Como metodologia pretende-se utilizar estratégias quantitativas e qualitativas. Espera-se com os resultados produzir conhecimentos relevantes para a implementação de políticas públicas no âmbito da saúde mental.

Data de início: 2014-07-15
Prazo (meses): 24

Participantes:

Papelordem decrescente Nome
Aluno Doutorado Kelly Guimarães Tristão
Coordenador Luziane Zacché Avellar
Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910