Representação Social de Masculinidade e Saúde do Homem nas Revistas Playboy e Men’s Health

Resumo: Os estudos sobre masculinidade têm como precursores autores que defendem a necessidade de investir na produção de conhecimento sobre as masculinidades, também como ferramenta que possibilitará criar melhores estratégias para enfrentar as iniqüidades que permeiam as relações de gênero. Sob a perspectiva da Psicologia Social, este estudo busca verificar a contribuição das revistas Playboy e Men’s Health como instrumentos informativos sobre o universo masculino, tendo como objetivo 1- identificar os elementos de representação social (RS) de masculinidade e de saúde presentes em cada uma das revistas; 2 – buscar elementos comuns sobre a masculinidade e saúde encontrados em cada uma das revistas; 3 – verificar a existência de diferenças expressivas entre as revistas. Serão utilizadas como fonte de informação seções das revistas mensais Men’s Health e Playboy em um período de 18 meses. Após a coleta, o material será analisado pelo software ALCESTE, que tem sido uma ferramenta útil na análise dos estudos envolvendo as RS, uma vez que possibilita a análise textual e contextual do material coletado. Espera-se que prevaleçam elementos de RS caracterizados pelo que tem sido denominado de masculinidade hegemônica.

Data de início: 2009-08-01
Prazo (meses): 12

Participantes:

Papelordem decrescente Nome
Aluno Doutorado Eduardo Coelho Ceotto
Coordenador Zeidi Araujo Trindade
Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910